Com mais de 12,5 mil usuários da rede social certificados pela FGV, a área tem mostrado forte potencial de crescimento, principalmente por conta dos diversos segmentos em que profissional de GP pode atuar, como Diretoria de Operações, Comercial, Planejamento, Marketing, entre outros.

gp

Segundo dados disponíveis pelos usuários do LinkedIn, a Fundação Getulio Vargas é a instituição com o maior número de alunos formados em Gerenciamento de Projetos (GP), no mundo. Com mais de 12,5 mil usuários da rede social certificados pela FGV, a área tem mostrado forte potencial de crescimento, principalmente por conta dos diversos segmentos em que profissional de GP pode atuar, como Diretoria de Operações, Comercial, Planejamento, Marketing, entre outros.

Primeira pós-graduação da área no Rio de Janeiro e uma das primeiras do Brasil, o MBA em Gerenciamento de Projetos da FGV foi criado em 2001 com objetivo de capacitar profissionais para planejar, controlar e entregar um projeto de qualquer natureza, porte ou complexidade, liderando equipes multidisciplinares, gerenciando recursos, tempo, orçamentos e riscos, a fim de implementá-los com sucesso.

Com uma metodologia atual, o curso conta com diversos professores atuantes junto ao PMI – Project Management Institute, maior organização internacional fomentadora de boas práticas para gerente de Projetos, foco em estudos de caso e consolidação do conhecimento através de disciplinas que possibilitam a criação e manutenção do planejamento de um projeto.

André Barcaui, coordenador do MBA em Gerenciamento de Projetos, ressalta a importância da carreira nos dias atuais, dado que empresas de diferentes portes e segmentos estão cada vez mais trabalhando por projetos. “Na medida em que as organizações introduzem novos produtos, novos processos e mudanças de uma maneira geral, necessariamente estão lidando com projetos, internos ou externos. Não faz sentido que essa gestão seja feita de maneira amadora, sob o risco de perder clientes, produtividade e dinheiro.”

O professor também destacou o crescimento da área. Segundo o PMI, 25% do PIB mundial é relacionado a projetos das mais diferentes magnitudes. “Trata-se de uma área em ascensão, apesar da atual crise que estamos vivendo. Na verdade, pode ser considerada até como parte da solução para a crise, já que é uma carreira aplicável a diversos segmentos. É claro que os setores que, naturalmente, já trabalham por projetos, como consultorias e a área de construção civil – para citar apenas dois -, acabam por demandar ainda mais profissionais qualificados. Porém, observa-se o crescimento também em áreas como produção de eventos, cinema, arquitetura, produção cultural, terceiro setor, entre outros. O governo brasileiro também faz uso de gestão de projetos, programas e portfólio em todas as suas esferas. Sem falar na oportunidade que temos com eventos do porte das Olimpíadas, que estão por vir”, completou.

Fonte: FGV Notícias.