Com o objetivo de quebrar esse paradigma, Guimarães vai fundo em questões da política econômica brasileira, visando criar uma compreensão mais clara e profunda sobre política monetária, ajustes fiscais, programa Bolsa Família e outras questões menos aparentes, mas ainda importantes no cenário atual.

livro_bernardo

 

No clássico “A Riqueza das Nações”, o pai da Economia Adam Smith tenta entender o que gera riqueza e prosperidade para um país. Em “A Riqueza da Nação no Século XXI”, o professor da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (EESP), Bernardo Guimarães, trata da economia brasileira contemporânea com o mesmo enfoque, analisando os efeitos de políticas econômicas na prosperidade do país como um todo. A obra terá sua versão impressa lançada nesta sexta, 6 de novembro, no evento “A racionalidade das escolhas: políticas econômicas para crescer e qualidade dos gastos públicos”, no Insper.

De acordo com autor, “boa parte da discussão hoje em dia supõe um embate entre diferentes grupos ou classes sociais por trás das questões econômicas. Essa premissa é falsa”, afirma.

Com o objetivo de quebrar esse paradigma, Guimarães vai fundo em questões da política econômica brasileira, visando criar uma compreensão mais clara e profunda sobre política monetária, ajustes fiscais, programa Bolsa Família e outras questões menos aparentes, mas ainda importantes no cenário atual. O livro também explica os caminhos trilhados pela economia brasileira nos últimos 12 anos e as visões por trás das políticas adotadas em diferentes períodos. Para os leitores acostumados às dicotomias direita-esquerda e PT-PSDB, a história é surpreendente e esclarecedora.

Doutor em economia pela Universidade Yale (EUA), Bernardo é professor pesquisador da EESP desde 2010. Além da versão impressa, a obra também está disponível no formato digital.

 

Fonte: FGV Notícias.